Fazer o que é correto

Reportar a sua preocupação

Reporte: como reportar a sua preocupação

Se você presenciar um comportamento que não pareça correto, reporte. Quando reportar, tente seguir a ordem abaixo: 

  • Seu gerente Sempre que possível, o seu gerente deve ser o seu principal contato de reporte.
  • O seu departamento de Recursos Humanos (RH) local Se necessário, você pode entrar em contato com o RH do Grupo.
  • Responsável pela Auditoria Interna ou Responsávelpor Compliance  
  • Hotline Fazer o Que é Correto Os reportes para o nosso hotline podem ser feitos online, por e-mail ou por telefone.

Para perguntas, entre em contato
com o Compliance  no
code@storaenso.com

Cumprimos a lei

“Fazer o que é correto” – estas palavras devem orientar todos os funcionários da Stora Enso no seu trabalho diário. Isso significa que cumprimos sempre todas as leis e regulamentos locais, nacionais e internacionais aplicáveis, assim como os compromissos voluntários, onde quer que façamos negócios. É extremamente importante que esteja ciente de todos os regulamentos e leis que se aplicam ao seu trabalho e os respeite – incluindo as políticas da nossa empresa. Onde as leis ou regulamentos locais divergem do Código Stora Enso, temos de nos assegurar que cumprimos ambos. Mas, não basta cumprir as regras – vamos além da conformidade, sempre que possível e sempre nos esforçamos para sermos melhores.

Também exigimos que todos os agentes, consultores e parceiros de negócios que trabalhem em nome da Stora Enso cumpram essas mesmas leis e práticas, inclusive a Código de Conduta para Fornecedores da Stora Enso. 

Temos tolerância zero em relação à corrupção

Nosso sucesso como empresa de materiais renováveis está baseado nos produtos e serviços que fornecemos, não em comportamento não ético ou ilegal como, por exemplo, corrupção. Corrução – o abuso de poder para ganho pessoal, vem em diversas formas, tais como, suborno, entretenimento de negócios excessivo e conflitos de interesse. 

Nunca pagamos suborno nem fazemos pagamentos de facilitação

Temos tolerância zero em relação a suborno ou pagamentos de facilitação. Envidamos esforços para assegurar que os parceiros de negócios externos agindo em nosso nome estejam cientes e compartilhem o nosso compromisso de fazer negócios eticamente. 

Evitamos entretenimento de negócios excessivo

Competimos e fazemos negócios baseados exclusivamente em qualidade e competência. Nunca oferecemos nem aceitamos presentes, hospitalidade ou pagamento de despesas de valor exageradamente alto ou que possam afetar inadequadamente as decisões comerciais – ou até causar essa impressão. Asseguramos que os descontos, as comissões e os patrocínios sejam feitos de forma transparente. 

Evitamos conflitos de interesse

Para a Stora Enso manter-se uma empresa de materiais renováveis bem-sucedida, todas as transações comerciais devem ser realizadas tendo em mente o melhor interesse da Stora Enso. Isso significa que evitamos todos os conflitos de interesse. 

Um conflito de interesses é qualquer situação onde você está envolvido em algo na sua vida pessoal que poderia influenciar o seu trabalho na Stora Enso e tornar difícil para você tomar decisões no melhor interesse da Stora Enso. Esses tipos de considerações ou relacionamentos pessoais nunca devem afetar o seu trabalho na Stora Enso. Também evite as situações que possam aparentar a uma pessoa de fora que você tem um conflito de interesses.

Exemplos de potenciais conflitos de interesse:

  • Aceitar um trabalho externo que poderia entrar em conflito com o seu trabalho na Stora Enso.
  • Assinar um contrato com uma empresa gerenciada ou de propriedade de um membro da sua família.
  • Agir como diretor corporativo, membro do conselho de direção ou consultor de uma outra empresa sem a autorização do seu gerente. Você não precisa de autorização para participar de organizações sem fins lucrativos ou de caridade. 
  • Ter um interesse financeiro como possuir ações de empresas que sejam fornecedoras, clientes ou concorrentes da Stora Enso. Contudo, você poderá deter ações insignificantes de uma empresa ou um fundo em que você como proprietário não tem possibilidade de influenciar as operações dessa empresa.
     
  • Não ofereça, prometa nem aceite suborno, pagamentos de facilitação, descontos ilegais ou quaisquer outros pagamentos não éticos – mesmo que tais pagamentos sejam usuais na cultura local.
  • Presentes e hospitalidade nunca devem ser oferecidos de maneira que façam os destinatários sentirem que quem oferece espera algo em troca. Os mesmos não devem ser extravagantes, de valor excessivo nem oferecidos com demasiada frequência. 
  • Nunca deve dar nem aceitar dinheiro ou equivalentes a dinheiro. 
  • A Stora Enso sempre paga as despesas de viagem e alojamento dos funcionários da empresa, mas as cortesias de negócios normais, tais como, pagar uma refeição ou compartilhar um táxi, podem ser consideradas hospitalidade razoável.
  • Consulte o seu gerente, caso considere estar perante um conflito de interesses.
  • Se desconfiar que a sua vida pessoal ou seus relacionamentos possam afetar a sua tomada de decisão, certifique-se de que um colega sem ligações à sua situação tome a decisão (ao contratar alguém, por exemplo).
  • Assegure-se sempre de ter a aprovação do seu gerente e registre quem tomou a decisão final.
     

P: Uma pessoa chave de contato muito importante do cliente telefonou-me e exigiu que pagássemos um desconto combinado para uma nova conta. O titular dessa conta não é o cliente, mas tem um nome que não reconheço. Posso fazer o pagamento? 

R: Não. A conta pode ser do cliente, mas também pode ser a conta particular da pessoa de contato, sendo que nesse caso o pagamento do desconto constituiria não apenas um claro suborno como também um crime na maioria dos países. Certifique-se de que você entende a ligação entre o cliente e a conta, antes de fazer quaisquer pagamentos e siga as regras contidas na nossa Política de Práticas de negócios.

 

Conhecemos nossos parceiros de negócios

Como empresa global, a Stora Enso trabalha com dezenas de milhares de fornecedores, clientes, agentes, consultores e outros parceiros de negócios no mundo inteiro. Quando sabemos quem são os nossos parceiros de negócios, podemos reduzir o risco de sermos envolvidos em atividades não éticas, ilegais ou criminosas. Tome sempre a devida diligência antes de selecionar um parceiro de negócios. Como empresa, não somos responsáveis apenas pelas ações de nossos funcionários, mas também pelas ações de qualquer um que nos represente. 

Estamos comprometidos em cumprir na íntegra os programas de sanções comerciais aplicáveis, bem como as leis contra lavagem de dinheiro e financiamento de terrorismo no mundo todo. Não nos envolvemos em transações com partes sujeitas a sanções comerciais ou que participam em lavagem de dinheiro ou evasão fiscal criminosa. Todas as atividades financeiras devem ser realizadas de forma transparente e registradas com exatidão.

  • Antes de contratar partes externas que agem em nosso nome, siga os procedimentos de devida diligência antissuborno. Evite parceiros que tenham um histórico conhecido de suborno ou mostram outros sinais de risco de suborno.
  • Verifique todos os potenciais parceiros de negócios em relação a listas de sanções aplicáveis. Ao planejar transações que tenham conexões com países sujeitos a programas de sanções comerciais, siga os nossos procedimentos de devida diligência.
  • Mantenha-se atento quanto a sinais de alerta relativos a possível lavagem de dinheiro e financiamento de terrorismo. Os sinais de alerta podem incluir estruturas ou métodos de pagamento complexos ou não usuais (como em dinheiro), pedidos de pagamento para uma conta não relacionada ou de terceiros, ou ainda, falta de uma finalidade comercial aparente para a transação.
  • Antes de se engajar com uma parte sediada em um país de paraíso fiscal, certifique-se de que se trata de um negócio legítimo. A nossa equipe de Ética e Compliance pode fornecer um teste para isso.
     

P: Estou para fechar um negócio. A fábrica do cliente fica na Europa central, mas o contrato de abastecimento do cliente é para uma entidade jurídica registrada nas Bahamas. O cliente explicou que todas as mercadorias devem ser enviadas para a fábrica deles na Europa central, mas as faturas devem ser enviadas para a empresa nas Bahamas e liquidadas lá. Posso assinar o contrato?

R: Ao assinar o contrato você pode estar ajudando na evasão fiscal. Qualquer transação comercial com uma empresa em um país sensível em termos de tributação, tal como as Bahamas, deve passar por u teste de substância (detalhado na nossa Política de Práticas de negócios). Uma estrutura de negócio multi-países como essa também pode representar riscos fiscais e até mesmo de lavagem de dinheiro. Consulte o departamento fiscal do Grupo para aconselhamento. 

Competimos de forma justa

Os produtos e serviços de alta qualidade da Stora Enso, assim como nossos funcionários capazes e empenhados são o que nos tornam bem-sucedidos e competitivos. Apoiar a concorrência livre e justa no mercado funciona no nosso interesse e beneficia a sociedade em geral.

Acreditamos que todas empresas devem poder comercializar e competir conosco conforme desejarem, desde que sigam as leis e os regulamentos locais do mesmo modo que fazemos. Nunca nos envolvermos em fixação de preços artificialmente altos ou baixos ou em quaisquer outras práticas ou acordos que restrinjam a concorrência. Não trocamos informações confidenciais com concorrentes. 

  • Como regra geral, não acorde fixação de preços, níveis de produção, divisão de mercado ou alocação de clientes. 
  • Não compartilhe com concorrentes informações confidenciais relacionadas com o mercado. A forma mais segura de fazer isso é evitar todos os contatos desnecessários com os nossos concorrentes – assegure-se sempre de que tem um motivo bem fundamentado e legal para entrar em contato com um concorrente. Devem ser evitados todos os contatos desnecessários com os nossos concorrentes. Se um concorrente instigar uma discussão relacionada com questões de mercado, pare imediatamente a discussão e informa a Ética e Compliance. 
  • Não faça divulgações de preços nem compartilhe informações comerciais sensíveis com partes externas sem consultar primeiro a equipe de Ética e Compliance.
  • Certifique-se de obter aconselhamento jurídico antes de fazer quaisquer acordos com concorrentes ou de fechar contratos exclusivos de longo prazo com fornecedores ou clientes. 
     

P: Trabalho em vendas e encontro-me regularmente com funcionários de concorrentes da Stora Enso em feiras e eventos de Associação Comercial. Às vezes é abordado o tópico de tendências do mercado. O que deve levar em consideração durante essas conversas?

R: Em geral, qualquer tipo de informação discutida que poderia afetar a estratégia de mercado de um concorrente pode ser considerado uma troca indevida de informações. Você deve tomar um cuidado especial ao discutir declarações de caráter aspiracional e voltadas para o futuro sobre tópicos como, preços, capacidade e clientes. 

Protegemos nossos ativos e valorizamos a privacidade 

A inovação está no centro do percurso de transformação da Stora Enso e queremos proteger o que é nosso para nos mantermos competitivos. No seu trabalho, você provavelmente utiliza computadores, celulares, aplicativos e outras tecnologias pertencentes à Stora Enso. Eles devem ser usados primariamente para a finalidade de negócios a que se destinam – o uso profissional ou particular de tecnologia ou equipamento fornecido pela empresa não pode entrar em conflito com os interesses, as políticas ou diretrizes da Stora Enso. Naturalmente todo uso deve estar também em linha com as leis e os regulamentos aplicáveis.

Protegemos a informação sensível

Trabalhar para a Stora Enso significa que confiamos que tratará de qualquer informação sensível de que tenha conhecimento com sigilo absoluto. Compartilhar informação sensível com pessoas externas ou utilizá-la para ganho pessoal pode prejudicar a Stora Enso. Faça a sua parte em protegê-la. 

Para evitar abuso de mercado, definimos também restrições à negociação de ações, divulgação e outro uso de informação privilegiada.

Valorizamos a privacidade 

A digitalização oferece excelentes oportunidades para a Stora Enso, mas também representa desafios, por exemplo, como tratar os dados pessoais de seus funcionários, clientes, fornecedores e outras partes interessadas. Coletar e processar esses dados serão sempre realizados com fins profissionais específicos e legítimos e em conformidade com as leis aplicáveis.  

  • Proteja a tecnologia e o equipamento que lhe foram confiados e apenas os utilize de forma legal e ética. Respeite os direitos autorais, instale somente software autorizado nos computadores da empresa e mantenha-se afastado de websites não seguros. 
  • Não armazene material ofensivo ou obsceno (como pornografia) em dispositivos de propriedade da empresa.
  • Apenas discuta informação sensível privativamente e com pessoas que estejam autorizadas a fazê-lo. Evite discuti-la com a família ou amigos; em locais públicos como restaurantes, saguões de hotéis ou em transportes públicos, em reuniões de associação comercial ou nas mídias sociais. 
  • Não reutilize a mesma senha em diversos sites. As credenciais de acesso vazadas são facilmente testadas em relação a outros serviços, especialmente se o nome do usuário é o endereço de e-mail da Stora Enso.
  • Lembre-se também que você não pode utilizar informações não públicas da empresa para comprar ou vender ações ou títulos – ou para outro ganho pessoal.
  • Toda coleta e processamento de dados pessoais deve ter uma finalidade profissional clara e justificada e estar em conformidade com as leis aplicáveis. Deve ser relevante e necessário para o trabalho que estiver fazendo. 
  • Apenas colete a quantidade de dados pessoais necessários para a finalidade específica, certifique-se de que são exatos e atuais, apagando-os de todas as pastas quando estiverem desatualizados ou deixarem de ser necessários. 
  • Seja completamente claro sobre como os dados serão utilizados.  
  • Mantenha todos os dados pessoais seguros e protegidos. Apenas os funcionários autorizados e partes externas com um motivo justificado devem poder visualizar os dados.

P: Estou trabalhando em um projeto confidencial relacionado com a possível aquisição de uma empresa na Espanha. É do conhecimento geral no mercado que essa empresa está à venda, mas os potenciais compradores não são conhecidos. Viajarei à Espanha para inspecionar as instalações da empresa e gostaria de postar nas mídias sociais como é agradável viajar para a ensolarada e quente Madrid para uma viagem a trabalho. Está bem fazer isso?

R: Provavelmente não é uma boa ideia. Quando lhe é confiada informação confidencial, você deve ter cuidado para não compartilhá-la com pessoas não autorizadas. Isso também se aplica a situações em que as pessoas possam tirar conclusões baseadas em informação incompleta, como neste caso: nossos concorrentes provavelmente saberão que a empresa está à venda e que a Stora Enso não tem operações em Madrid, assim poderão determinar do que se trata nessa viagem a trabalho.

Comunicamos com clareza e transparência

É importante para a Stora Enso que as nossas partes interessadas nos entendam e confiem em nós. Isso significa que devemos comunicar com eles de forma clara, transparente e oportuna, certificando-nos de que tudo que escrevemos ou dizemos, tanto interna quanto externamente, é verdadeiro e equilibrado. Ouvimos também as nossas partes interessadas para compreendermos seus pontos de vista.

A Stora Enso deve seguir as regras e os regulamentos definidos para os mercados de ações e relatórios financeiros. Determinadas informações da empresa, por exemplo, devem ser compartilhadas com todas as partes interessadas ao mesmo tempo.

Nem todos os funcionários da Stora Enso podem falar em nome da empresa. Nossos principais porta-vozes corporativos são os CEO, o CFO, os chefes de Comunicações e Relações com o Investidor, assim como os Gerentes Nacionais. Quando necessário, nossos responsáveis de Comunicações nomearão e apoiarão outros porta-vozes. 

  • Não fale publicamente em nome da Stora Enso se você não for um porta-voz nomeado. Isso inclui plataformas como mídias sociais, mídia convencional e bolsas de valores. Se receber um pedido de comentário, encaminhe-os sempre ao porta-voz correto.
  • Quando estiver nas mídias sociais, especialmente se você puder ser identificado como funcionário da Stora Enso, tenha uma conduta alinhada com o Código Stora Enso e determine claramente que as opiniões são suas, não da Stora Enso. Para maiores informações, consulte as nossas Diretrizes de mídia social.
  • Ao utilizar o seu e-mail da empresa, lembre-se de que está representando a Stora Enso. Aja de forma profissional e com integridade. 
  • Não compartilhe informações confidenciais na Internet sobre a Stora Enso, ou nossos clientes, fornecedores ou outros parceiros de negócios. 
  • Respeite direitos autorais e não se envolva em comunicações que possam causar danos à sua reputação, à de seus colegas ou da Stora Enso. 
  • Nunca compartilhe nada que possa ser considerado uma ameaça, assédio ou bullying.

P: Vi alguém escrever no Facebook que a Stora Enso está mentindo sobre os seus esforços ambientais na minha área e que na verdade polui o solo e o mar com as suas operações. Sei que isso não é verdade e eu realmente gostaria de responder à postagem e defender a Stora Enso, mas não tenho certeza de como fazer isso.

R: Você não deve falar em nome da Stora Enso, a não ser que lhe tenha sido pedido especificamente, mesmo que tenha boas intenções e queira defender a nossa empresa. Você pode sempre entrar em contato com a nossa equipe de comunicações para conselhos; eles estão treinados para responder a comentários feitos sobre a Stora Enso.